CINECLUBE IESB TEMPORADA 2012/01 #2: CRÍA CUERVOS (Carlos Saura, 1976)

Programa CINEMA MODERNO ESPANHOL Conhecido por seus cineastas de personalidade instável e temperamento prodigioso, o cinema espanhol ganha esplendor nos anos 1970, quando uma série de nomes audaciosos passa a trabalhar a memória subjetiva e a memória da nação a partir de um leque de cores impressionista, culminando no cinema desafiador de Pedro Almodóvar. 20/03: … Continue reading

CINECLUBE IESB TEMPORADA 2012/01: O ESPÍRITO DA COLMEIA (Victor Erice, 1973)

Programa CINEMA MODERNO ESPANHOL Conhecido por seus cineastas de personalidade instável e temperamento prodigioso, o cinema espanhol ganha esplendor nos anos 1970, quando uma série de nomes audaciosos passa a trabalhar a memória subjetiva e a memória da nação a partir de um leque de cores impressionista, culminando no cinema desafiador de Pedro Almodóvar. 13/03: … Continue reading

CINECLUBEIESB TEMPORADA 2011/02, #14: CINZAS NO PARAÍSO (TERRENCE MALICK, 1978)

23/11: Cinzas no paraíso (Days of heaven, Terrence Malick. EUA, 1978, 95 min. Classificação: 12 anos) Esta obra-prima continua sendo o filme fundamental de Malick, último vencedor da Palma de Ouro em Cannes. Seu cinema contemplativo em tudo difere da tradição americana, e aqui ele explora as paisagens do deep south americano para contar uma … Continue reading

CINECLUBEIESB TEMPORADA 2011/02, #13: O ANO PASSADO EM MARIENBAD (Alain Resnais, 1961)

O que pode ser considerado uma obra-prima? Esta pequena seleção procura responder a esta questão sem que seja necessária uma conceituação acadêmica: são mais três filmes, em suas matrizes profundamente impactantes, nos convencem com força autônoma e essencialmente cinematográfica sem precisarem, necessariamente, pertencer ao cânone mais conhecido do cinema. 10/11: O ano passado em Marienbad … Continue reading

CINECLUBEIESB TEMPORADA 2011/02, #11: Cabaré (Bob Fosse, 1972))

CINECLUBEIESB TEMPORADA 2011/02, #09: OS GUARDA-CHUVAS DO AMOR (Jacques Demy, 1964)

13/10: Os guarda-chuvas do amor (Les Parapluies de Cherbourg, Jacques Demy. França, 1964, 87 min. Classificação: 12 anos) – Esta charmosa comédia de Jacques Demy traz acento francês, a partir da leveza da nouvelle vague, ao gênero musical, colocando uma linda Catherine Deneuve em espinhoso conflito amoroso. PROGRAMA “TRAJETÓRIA DOS MUSICAIS” O cinema musical, hoje … Continue reading

CINECLUBEIESB TEMPORADA 2011/02, #08: LE FOND LE L’AIR EST ROUGE (CHRIS MARKER, 1977) , 1959)

29/09: Le fond de l’air est rouge (Chris Marker. França, 1977, 177 min. Classificação: 16 anos) – Sem filmar uma tomada sequer, Marker criou uma obra-prima do documentário ao produzir, com imagens de arquivo, uma monumental reflexão sobre a modernidade a partir de um de seus momentos cruciais: a guerra do Vietnã. PROGRAMA “ASCENSÃO DO … Continue reading

CINECLUBEIESB TEMPORADA 2011/02, #07: Z (COSTA-GAVRAS, 1969) , 1959)

22/09: Z (Costa-Gavras. Algeria, 1969, 125 min. Classificação: 16 anos) – Z se passa numa local inominado, mas suas implicações são bem reais. Filme mais famoso de Costa-Gavras, conta a trajetória de um grupo libertário em meio a uma série de atentados. PROGRAMA “ASCENSÃO DO CINEMA POLÍTICO” A associação entre cinema e política, mesmo quando … Continue reading

CINECLUBEIESB TEMPORADA 2011/02, #06: CINZAS E DIAMANTES (ANDREJ WAJDA, 1959)

PROGRAMA ASCENSÃO DO CINEMA POLÍTICO   A associação entre cinema e política, mesmo quando indireta, é evidentemente sempre presente, mas houve momentos na história em que os cineastas precisaram ir além de metáforas e partir para um combate mais frontal. Na Rússia dos anos 20, o cinema foi usado como instrumento para consolidação da revolução. Não por acaso, outro … Continue reading

CINECLUBEIESB TEMPORADA 2011/02, #04: O MEDO DEVORA A ALMA (R.W. FASSBINDER, 1974)

08/09: O medo devora a alma (Angst Essen Auf, Reiner Werner Fassbinder. Alemanha, 1974, 90 min. Classificação: 16 anos) – Livremente inspirado no cinema clássico de Douglas Sirk, este filme reune tudo aquilo que Fassbinder pensava sobre a sociedade de seu tempo: moderna e cínica, inter-racial, preconceituosa e perversa. Conta a história do estranho relacionamento … Continue reading