CINECLUBE IESB Temporada 2010/02 #10: A Canção da Estrada (Índia, Satyajit Ray, 1955)

Programa OBRAS-PRIMAS DO CINEMA MUNDIAL O que pode ser considerado uma obra-prima? Esta pequena seleção procura responder a esta questão sem que seja necessária uma conceituação acadêmica: os três filmes, em suas matrizes profundamente impactantes, nos convencem com força autônoma e essencialmente cinematográfica sem precisarem, necessariamente, pertencer ao cânone ordinário do cinema. 30/09: A Canção … Continue reading

CINECLUBE IESB 2010/02, #09: Cinema Oriental Contemporâneo: CASA VAZIA (Kim Ki-Duk, 2004)

É quase uma unanimidade crítica que os países do oriente fazem o cinema de arte mais inovador da atualidade. Seguindo uma linhagem própria e bastante particular desde especialmente os grandes mestre japoneses dos anos 50 (Ozu, Mizoguchi, Kobayashi), países como a China, Tailândia e a Coréia do Sul vêm desde os anos 90 mostrando um … Continue reading

CINECLUBE IESB 2010/02, #08: Obras-Primas: M, O VAMPIRO DE DUSSELDORF (Fritz Lang, 1931)

Programa OBRAS-PRIMAS DO CINEMA MUNDIAL O que pode ser considerado uma obra-prima? Esta pequena seleção procura responder a esta questão sem que seja necessária uma conceituação acadêmica: os três filmes, em suas matrizes profundamente impactantes, nos convencem com força autônoma e essencialmente cinematográfica sem precisarem, necessariamente, pertencer ao cânone ordinário do cinema. 23/09: M, o … Continue reading

CINECLUBE IESB 2010/02, #07: trocas entre cinema e música pop. ODDSAC (Danny Perez, 2010)

O cinema e a música pop compartilham inúmeras interinfluências e intersecções através da história, e o objetivo deste programa é trazer amostras de abordagens possíveis bastante diferentes destas relações, do amálgama contracultural da animação de Bakshi, passando pelo comentário político de Godard até a contemporânea experiência estética pura do Animal Collective. 16/09: ODDSAC (Danny Perez. … Continue reading

Produção crítica: DESERTO VERMELHO

O espaço espectral de Deserto Vermelho, que dá margem a diversas ambiguidades que relacionam o avanço industrial, a falência de modelos modernos de convivência e a impossibilidade de uma plena realização pessoal, gerou um prolífico debate no CINECELUBE IESB. Agora, dois de nossos estudantes escrevem sobre as reverberações do filme de Antonioni. Lucas Simões parte … Continue reading

CINECLUBEIESB 2010/02, #06: trocas entre cinema e música pop – SYMPATHY FOR THE DEVIL (Jean-Luc Godard, 1968)

GO DA  R     D +       S TO NE   S 09/09: Sympathy For The Devil (Jean-Luc Godard. França/Inglaterra, 1968, 110 min. Classificação: 16 anos) – No auge da modernidade de seu cinema, Godard usou os bastidores da gravação do clássico Beggars Banquet, dos Rolling Stones, para fazer virulenta reflexão sobre a cultura dos anos 60. O … Continue reading

CINECLUBEIESB 2010/02 #05 – Trocas entre cinema e música pop – AMERICAN POP (Ralph Bakshi, 1981)

O cinema e a música pop compartilham inúmeras interinfluências e intersecções através da história, e o objetivo deste programa é trazer amostras de abordagens possíveis bastante diferentes destas relações, do amálgama contracultural da animação de Bakshi, passando pelo comentário político de Godard até a contemporânea experiência estética pura do Animal Collective. 02/09: American Pop (Ralph … Continue reading