CINECLUBEIESB 2010/01, #9: DUAS SESSÕES DE TERROR: A NOITE DOS MORTOS-VIVOS, de George Romero, 1968.

O filme “A noite dos mortos-vivos” de George Romero é certamente um dos mais importantes da história do cinema. Surgido dentro de um contexto de reorganização do cinema americano e influenciado por novas-ondas europeias, Romero deu pontapé inicial para o formato contempoâneo do baixo orçamento e criou uma estética agressiva com camadas de interpretação que … Continue reading

Cineclube IESB 2010/01, #8: Um passeio pela Nouvelle Vague (MINHA NOITE COM ELA, Eric Rohmer, 1969)

ATENÇÃO: A SESSÃO SERÁ AMANHÃ, QUINTA – 15/04, ÀS 11h. NÃO HÁ SESSÃO NO DIA 18/04 E NUNCA HÁ SESSÕES NOS DOMINGOS. Eric Rohmer era um dos mais velhos críticos da revista Cahiers du Cinéma a se tornar cineasta no final dos anos 50, quando a Nouvelle Vague despontou para reformular a visão global a … Continue reading

IMPORTANTE: SESSÃO DO DIA 10/04 CANCELADA

Caros, Lamentamos informar que, devido a um concurso público que será realizado nas dependências do IESB no dia de hoje, a sessão do filme SE NADA MAIS DER CERTO está sendo cancelada e será remarcada. Em breve informaremos a nova data.

Cineclube IESB 2010/01, #7: SE NADA MAIS DER CERTO, de José Eduardo Belmonte (programa CINEMA DE CHOQUE)

SÁBADO, 10/04, 16H, NA SALA DE CINEMA DO IESB SUL. ENTRADA, PIPOCA, CHOCOLATE, DEBATE + SIMPATIA = GRÁTIS Seguindo o programa CINEMA DE CHOQUE, uma vez por mês aos Sábados, exibimos SE NADA MAIS DER CERTO, principal êxito do cineasta brasiliense JOSÉ EDUARDO BELMONTE. Belmonte, principal diretor de cinema brasiliense da atualidade, alcançou grade repercussão … Continue reading

Cineclube IESB 2010/01, #6: Um passeio pela Nouvelle Vague (VIVER A VIDA, Jean-Luc Godard, 1962)

NOU VELLE VA   GUE GO DAR D VI    VER A    VIDA ANNA KA RI    NA cho co la te + pi po ca = grá    tis 08/04 11h, IES   B SUL, ENT  R AD   A FRAN CA

Produção crítica dos alunos – Professora de piano e Anti-herói Americano

Nossos alunos têm demonstrado capacidade analítica e posicionamento pessoal no momento de escrever sobres os filmes que temos visto no cineclube.  Além disso, a orientação crítica, a capacidade de desenvolver não apenas profissionais aptos para tecnicamente realizar o cinema, mas também o pensamento sobre ele, é um dos postulados de nossa faculdade. Nesta leva, Adriano, … Continue reading